Virei cadeirante e agora??

sexta-feira, 10 de outubro de 2014


Recebo vários e-mail com mensagens do pessoal que se estropiou há pouco tempo e me pede algumas dicas que consigam se adaptar da melhor maneira na sua nova vida.
Então ai vai um post para o pessoal que esta á pouco tempo na vida sobre rodas e também para aqueles que já estão a mais tempo e querem algumas dicas.


1º – DÁ PRA SE ACOSTUMAR NA VIDA SOBRE RODAS?
Leve na sua vida a cadeira de rodas como um acessório, ela não te faz mais feio nem nada. É como um óculos de grau para uma pessoa com dificuldade visual, basta você saber fazer dela um acessório onde vai ser um diferencial bacana para você. Escolha um modelo que você se adapte que seja confortável e leve. Todo mundo sempre vai optar por caminhar do que usar a cadeira de rodas, mas da para se acostumar com ela e levar uma vida bacana sim.


2º – COMO EU VOU ME VIRAR NA RUA?




Primeiramente antes de ir para a rua com seu novo veículo, é importante você já ter um controle sobre a bixinha. Cadeira de rodas empinam muito fácil com obstáculos, tranca em buracos, não passa por portas estreitas, então você vai ter que ter uma boa noção de onde pode passar com a desgranida. Ainda mais no Brasil onde acessibilidade esta longe de ser um dos pontos fortes.


3º – EU NÃO VOU TER MAIS INDEPENDÊNCIA?
A cadeira não te deixa preso de maneira alguma, é ela que te da liberdade para ir por tudo. Dá para fazer TUDO nela, tudo mesmo (RISOS). Mas  tenha o cuidado de pesquisar sobre o lugar onde você irá. Como disse, no Brasil o forte não é acessibilidade. Com o tempo você irá perceber a possibilidade de possuir um carro adaptado, pegar ônibus acessível e até táxi também, e falando em carro sempre opte pelos carros maiores, por que é eles que vão dar mais espaço para sua mobilidade e da bixinha de quatro rodas dentro dele.


4º – EU VOU SER UM CABOCLO DOENTE?




Ser cadeirante é uma condição normal a qualquer outra, como japonês, índio ou até mesmo careca (RISOS). As pessoas vão te ver com um olhar de peninha e coitadinho, não de a menor bola para isso, no começo não vai ser muito fácil mas depois pega o jeito. Se querem te olhar, que olhem e pense na hora "luz na passarela" (RISOS). Claro que algumas pessoas vão precisar de acompanhamento médico e ter alguns cuidados mas nada de mais na maioria dos casos, não precisa ficar pendurados no soro ou tomando benzetacil.


 5º- E COMO EU COLOCO A CADEIRA NA CHARANGA?
As cadeiras que fecham em 'x' podem parecer muito práticas e tudo mais. Mas prefiro as 'monoblocos' costumam ser melhores para nós. Elas soltam as rodas, dobram o encosto e são muito mais leves. Geralmente todas 'monoblocos' cabem dentro dos carros, até mesmo se for um 'KA' (RISOS). 


 6º – VOU CONSEGUIR VIAJAR SOZINHO EM UMA CADEIRA DE RODAS?




Cada caso é um caso, mas geralmente consegue sim, óbvio que vão te fazer perguntinhas estranhas do tipo: Fugiu do hospital? Está sozinho? Mas tudo bem sorriso no rosto olhar 43 e responda que não. Com boca e sem medo de pedir ajuda quando necessário no aeroporto (te jogam daqui para acolá RISOS).   


 7º – DÁ PARA FREQUENTAR RESTAURANTE, BOTECO, TER VIDA SOCIAL?
Hoje a arquitetura esta evoluindo muito, e muitos lugares como botecos e baladas já tem acessibilidades para nós cadeirantes. Alguns ainda não mas quanto mais gente de nós dar a cara a tapa e mostrar o problema mais fácil o problema vai ser resolvido. E prefiro não ficar em casa escondido esperando o problema ser resolvido, prefiro dar a cara e desfrutar da VIDA, pois o mundo não é perfeito e nunca vai ser. 


8º – EU SÓ VOU USAR PIJAMÃO E CAMISOLA?
JESUUUIISS!! Se vestir é algo que nós cadeirantes precisamos um pouco mais de prática. Cada um tem a sua maneira que vai lhe facilitar, eu já prefiro não me vestir direto na bixinha. Primeiro me visto na cama ou numa cadeira convencional e depois passo para a cadeira de rodas. Saiba escolher as roupas também nada muito apertado e principalmente nada de calças com botão no TRASEIRO (RISOS). Uma vez tive a infelicidade de comprar uma calça com um botão no traseiro e olha que ficar o dia todo sentado nela não é bacana não (RISOS).    


9º – TEREI DE TOMAR BANHO NO PANINHO?
Nada higiênico o tal do banho no paninho, muitos optam pela cadeira de banho e outros por uma cadeira de plástico mesmo que ficam sempre no banheiro. Barras no banheiro ajudam muito também para deixar todas as partes bem cheirosinhas. Mas o importante dentro da maneira que você opte é estar seguro para não sofrer nenhum acidente no banheiro. 


10º – VOU SER UM MONDRONGÃO OU UMA MONDRONGONA QUE VIVE PRECISANDO DOS OUTROS?
É importante o cadeirante ter em mente o principal, pedir ajuda não é causador de vergonha ou qualquer coisa. Existe estrupiado que precisa de menos ajuda e outros de mais, independência você vai conseguindo dia após dia e não de uma outra para outra. Para isso você tem que ter força de vontade e querer lutar e aprender coisas novas todos os dias. Ser "cabeçudo" não vai te ajudar em nada, então se precisar, pede ajuda mesmo e vai ser FELIZ!!!


Certamente me esqueci de algo e vocês podem comentar a baixo e ajudar nossos amigos. ;)




Um comentário

 

Idioma

Contato

cadeirantes.life@gmail.com

FACEBOOK

INSTAGRAM @cadeirantes_life

Cia de Dança Loucurarte

Receba por e-mail

Digite seu e-mail:

DESTAQUE

Dicas para PCD encontrar emprego

Se você é uma pessoa com deficiência, deve saber que encontrar um emprego satisfatório e bem remunerado é duas vezes mais difícil do que ...

Entrevistas