Gravidez na Vida de Cadeirante

quinta-feira, 6 de agosto de 2015


Hoje o papo é reto, o assunto de muita discussão e preconceitos em nossa sociedade, gravidez na vida de uma cadeirante.
Nada melhor do que falar com quem tem experiência no assunto, Leia Sales, esta na sua segunda gravidez, e ela que vai passar sua experiência para nossos leitores e leitoras.Leia é cadeirante devido a uma poliomielitetem uma filha de 11 anos de idade, e esta grávida pela segunda vez de 08 meses.


Os problemas encontrados por cadeirantes, não são necessariamente com mulheres que sofrem lesão medular, mas com qualquer pessoa com mobilidade reduzida. A gravidez é de risco, como uma mulher com hipertensão ou diabetes, a grávida cadeirante sente mais dificuldade de posicionamento, com dor nas costas e no corpo, etc.

As perguntas são voltadas as duas gravidez.

Leia, suas gravidez foram programadas?
 Minhas duas gravidez não foram programadas,porem foram muito desejadas.

Quais os riscos que os médicos te passaram na gravidez? 
Os médicos me falaram dos inúmeros risco, mais o que mais me deixava chateada era quando eles diziam que meus  filhos   tinham uma chance muito grande de nascer com deformação física devido minha deficiência .

Como é a sensibilidade na gravidez?
Minha sensibilidade é em dobro! 

Quais as recomendações médicas, que você teve?
Bom no começo da gravidez , minha medica me recomendou repouso. Não engordar muito,.nada de muita importância.

Quais os riscos no parto? 
Bom , meu  primeiro filho foi de cesariana e o segundo também sera os riscos são quase mínimos.
  
Como são as suas contrações?
Aos oito meses  de minha gravidez já começaram minhas contrações, o corpo da mulher se prepara para o grande dia . as contrações  variam , algumas fortes! E algumas suave. Nada que uma mulher não suporte.

Quais a recomendações médicas para o seu dia-dia?
Me alimentar bem e saudavelmente , nada de esforços físico , e curti ate o final!

Como foi a aceitação por parte da sua família?
Bom, em minha primeira gravidez  eles ficaram com um  pouco de receio . agora em minha segunda foi só felicidade!

Sofreu algum tipo de preconceito na sociedade por conta da gravidez?
Infelizmente! Com meu primeiro filho tive muito preconceito , ouvia as enfermeira falarem, (como pode uma aleijada ter ter filho) sofri muito , tive depressão de tantas asneira que eu ouvia enquanto estava internada.
Mas hoje as coisas mudaram . as pessoas  me olham com um olhar de surpresa e não de indignação. Os médicos me tratam como uma mulher convencional.


Pois é isso que eu sou igual a uma outra mulher que esta gerando vida!

4 comentários

  1. Voce 'e lindaa ,forte e muito corajosa!!! Voce 'e uma bencao!!! super abraco

    ResponderExcluir
  2. E qual e a garantia de um homem cadeirante de poder engravidar uma mulher normal??

    ResponderExcluir
  3. E qual e a garantia de um homem cadeirante de poder engravidar uma mulher normal??

    ResponderExcluir

 

Idioma

Contato

cadeirantes.life@gmail.com

FACEBOOK

INSTAGRAM @cadeirantes_life

Cia de Dança Loucurarte

Receba por e-mail

Digite seu e-mail:

DESTAQUE

Dicas para PCD encontrar emprego

Se você é uma pessoa com deficiência, deve saber que encontrar um emprego satisfatório e bem remunerado é duas vezes mais difícil do que ...

Entrevistas