Cadeirante Cria Guia para sair Passear com Cães

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Tom Lawson criou uma guia que lhe proporciona ser guiado por seus cães estando em uma cadeira de rodas. O DOGGONE Wheelin, nome dado ao equipamento, é conectado, de forma segura, na cadeira de rodas e nos cães, de forma estratégica para ambos estar em segurança. Três anos atrás Tom queria passear com Molly, seu cão, prendendo o cão de diferentes formas na cadeira de rodas, porém a ideia não funcionou como gostaria, pois era difícil para ambos. Dessa maneira a cadeira não seguia em linha reta, ficava puxando para as laterais.



Nos últimos dois anos, tem sido o objetivo de Tom projetar uma guia de passear com o cão em sua cadeira de rodas. É uma forma de design inclusivo criado por seu  amor por cães e seu desejo de oferecer-lhes uma vida saudável. O DGW Harness fornece uma maneira de mesmo com a cadeira de rodas sair e desfrutar de exercício com o melhor amigo do homem, seja ele um cão da família ou companheiro.

características: 

O arnês DGW assegura a coleira do seu cão na frente de sua cadeira de rodas. Portanto, se o cão puxar Tom, a cadeira vai seguir em segurança para que a cadeira não o derrube nem seja puxada para o lado. Em vez disso, o cinto vai ajudar a redirecionar a cadeira para seguir o cão. O arnês DGW deixa seu cão estar conectado à frente, em vez de o lateral / traseira de sua cadeira. Outra característica importante é a posição e altura do cinto, o que impede a coleira de interferir com a sua parte superior do corpo. 

O cinto foi projetado para ser durável e forte, embora simples. Como mostrado no vídeo o chicote não é uma montagem permanente para a cadeira. É rapidamente ligado, facilmente removido, e facilmente dobrado e armazenado. Este projeto inclusive irá fornecer uma opção acessível para as pessoas andarem com os seus cães sobre rodas! 

Tom pede ajuda para poder participar de uma feira, onde quer apresentar o equipamento que desenvolveu e melhorar seu design, pois é uma ideia inovadora que pode auxiliar os cadeirantes a passear com seus cães. 

Despesas incluem a entrada à feira, melhorias de engenharia nos arreios e produção, as despesas iniciais, honorários advocatícios.



Sobre Tom: 

Foi diagnosticado com uma doença hereditária rara chamada  Paraplegia espástica hereditária há mais de 15 anos. Tom não sabia o que tinha, não possuía sintomas ao longo de sua vida. Foi de repente que sua doença teve progresso e em pouco tempo ele estava usando uma cadeira de rodas.Tom possui uma vida ativa. Passeia com seus cães, participa de um time de basquete de cadeira de rodas, luta karatê na cadeira de rodas, entre tantas outras atividades. Afirma que sua cadeira de rodas lhe proporciona liberdade de sair e ainda levar uma vida saudável. É apaixonado por seus cães, de forma que desenvolver um equipamento com o qual possa sair de forma segura com seus cães lhe deixa muito feliz, afirma emocionado

Os Desafios de Tom:

Seu maior desafio foi ter recursos limitados para crescer sua ideia. Colocou tempo e dinheiro neste projeto por amor a seus cães. Está preparado para colocar energia no sucesso futuro dos cadeirantes poderem passear com seus cães. Com este pontapé-inicial Tom pode continuar a melhoria de seu projeto, partindo para marketing e produção em maior escala.
Seu objetivo é torna-lo disponível para amantes de cães, assim como ele.

Site para ajudar: DogGone Wheelin

Nenhum comentário :

Postar um comentário

 

Idioma

Contato

cadeirantes.life@gmail.com

FACEBOOK

INSTAGRAM @cadeirantes_life

Cia de Dança Loucurarte

Receba por e-mail

Digite seu e-mail:

DESTAQUE

Dicas para PCD encontrar emprego

Se você é uma pessoa com deficiência, deve saber que encontrar um emprego satisfatório e bem remunerado é duas vezes mais difícil do que ...

Entrevistas