Como adaptar o banheiro para cadeirante

quinta-feira, 15 de maio de 2014


Com o passar dos anos os preconceitos foram sumindo e a acessibilidade se tornou uma necessidade.  Os espaços públicos e privados passaram a se adaptar às necessidades de nós cadeirantes, favorecendo o bem-estar e a segurança.

Para tornar a vida mais confortável e independente, nos cadeirantes necessitamos de uma casa repleta de adaptações. As mudanças na estrutura e na decoração são pensadas em função de um bom convívio do morador que depende de uma cadeira de rodas para se locomover.
A casa acessível ao cadeirante é pensada considerando o ritmo de vida do deficiente físico. Recursos são utilizados para reduzir os riscos de acidentes e facilitar as atividades no dia a dia.
A peça mais utilizada dentro de uma casa com certeza é o banheiro, e ela precisa estar adaptada e adequadas as nossas necessidades. 

Para que um cadeirante possa usar o banheiro com tranquilidade, é preciso que esse ambiente esteja adaptado as suas necessidades. Vemos diversos lugares sejam públicos ou privados onde é feito essas mudanças, mas será que estão corretas?
Alguns pontos são extremamente importantes na hora de adaptar um banheiro.




Haver espaço para uma cadeira de rodas manobrar e se colocar a 90 graus do vaso para que o cadeirante faça a transferência;
O vaso sanitário deve ser mais alto e de preferência com aquela tampa vazada;
Não deve haver armários embaixo da pia e ela deve ser alta o suficiente para uma cadeira de rodas entrar embaixo;
O box não pode ter porta estreita e não deve haver ressaltos que dificultem a passagem de uma cadeira de banho;

Deve haver uma cadeira que possa molhar embaixo do chuveiro (de preferência, retrátil);
O espelho deve ser mais baixo, de forma que um cadeirante consiga se enxergar nele;
Devem haver barras de apoio ao lado do vaso sanitário e dentro do box do chuveiro;
O chuveiro deve ter chuveirinho anexado, e a porta deve ser de fácil abertura (a mais indicada é a porta de correr).


Espaços necessários para mobilidades em cadeira de rodas


4 comentários

  1. Tenho uma duvida quanto as medições do banheiro em números. Pois minha casa é bem pequena em relação a espaços mais mesmo assim queria adaptar meu banheiro numa forma correta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Renato, tudo bem? Te recomendo dar uma olhada neste post aqui, sobre mobilidade para cadeirantes. http://cadeiranteslife.blogspot.com.br/2014/07/espacos-necessarios-para-mobilidades-em.html

      Excluir
  2. ola gostaria muito da ajuda de voces pois meu marido teve uma lesão medular.e esta sofrendo muito com esta nova fase de vida

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Pedimos licença e mui respeitosamente apresentamos nossa empresa.
    Esperamos poder ajudar e compartilhar nossa experiência.

    Atentos ao mercado e levando em consideração o custo de substituição de um equipamento usado por um novo, a Corr Hospitalar vem ao mercado oferecer um serviço de manutenção em cadeiras de rodas e móveis hospitalares em alto nível, aliados ao conhecimento técnico de uma equipe preparada a atender seus clientes de uma forma profissional.

    Tendo atuado durante 7 anos no comércio de materiais hospitalares e por mais de 17 anos no setor industrial de cadeiras de rodas (produção e gerenciamento de fábrica), seu sócio fundador trouxe para a Corr Hospitalar a experiência adquirida em vários setores, dentre eles a fabricação de peças para cadeiras de rodas, peças plásticas, montagem de componentes e manutenção.

    A Corr Hospitalar tem como missão assegurar aos seus clientes uma manutenção de alta qualidade, com eficiência, rapidez e preços justos, garantindo a satisfação total.

    Site: www.corrmetalurgica.com.br/


    Rua João Ramalho, 144
    Jd. Piratininga - Osasco-SP
    Tel. 55 (11) 3656-6763
    Email: corr@corrmetalurgica.com.br

    ResponderExcluir

 

Idioma

Contato

cadeirantes.life@gmail.com

FACEBOOK

INSTAGRAM @cadeirantes_life

Cia de Dança Loucurarte

Receba por e-mail

Digite seu e-mail:

DESTAQUE

Dicas para PCD encontrar emprego

Se você é uma pessoa com deficiência, deve saber que encontrar um emprego satisfatório e bem remunerado é duas vezes mais difícil do que ...

Entrevistas